Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



04 |  Paulo Moreira ~ O poema  

25.04.20

04 - Paulo Moreira.jpg

 

 

Fosse como fosse o poema não lhe saía da cabeça. Com ambas as mãos ocupadas com os pesados sacos de compras e uma longa caminhada pela frente, não sabia o que fazer. Não trouxera consigo papel e caneta para o escrever e temia que o fosse esquecer até casa. Devido a uma rara doença de que padecia, o esforço físico tinha em si o efeito de amnésia e tinha medo que tal lhe acontecesse naquele dia. Foi por isso que abandonou os sacos de compras à porta de um prédio e foi para casa o mais rápido possível para escrever o poema. É certo que o mesmo já foi incluído em mais do que uma antologia de Melhores Poemas do Séc. XXI. O aborrecido foi todo o alarido que se criou quando o ex-gestor bancário acusado de fraude bancária chegou a casa e pensou que se tratavam de sacos armadilhados para pôr fim à sua vida num atentado bombista.

Felizmente que a inspiração poética não parece ter consideração para com a má consciência de alguma alta finança.

Autoria e outros dados (tags, etc)



foto do autor


Pesquisar no Blog

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D