Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



13 |  Pedro Jubilot ~ Posta Restante

25.04.20

13 - Pedro Jubilot.jpg

 

 

Na estação de correios para reclamar a correspondência que me era destinada mas não chegada às mãos, sequer aos olhos. Estava guardada na tranquilidade hemostática da postarestante. Há impreciso tempo depositada no silêncio de uma caixa, numa estante mais usada noutros tempos. No entanto, o zeloso funcionário, que ali era anterior ao século do ano carimbado, reconhecera naquele grupo de envelopes um fio condutor. E a caligrafia fazia querer que tinham sido escritas com muita dedicação, não que os tivesse lido, só o faria passado o prazo legal para lhe dar destino. As palavras que guardavam não se tinham cumprido, pois não tinham sido projectadas na retina do destinatário. Tenho em crer, disse, concluindo. Alcançou cuidadosamente a caixa de cartão. Deu-me o seu conteúdo com um olhar cúmplice, que soubesse já que o que ali estava escrito era algo pessoal, afectivo. Com cuidado coloquei-os no envelope acolchoado que comprei ali porta ao lado no balcão. Identifiquei-me, assinei e sai. A claridade sempre acutilante destas brancas horas algarvias pela manhã obrigam-me a usar óculos escuros. Entrei no primeiro café. Tentei organizar os postais por ordem cronológica através dos carimbos, à falta de datas, à falta de marcas, ou de quaisquer outros indícios no interior. Sem um itinerário sequencial os lugares descritos nas legendas ainda assim não retirariam intensidade às emoções fragmentárias que eu teria de compor nesses postais ilustrados, e depois fazê-los retornar ao remetente. 

Autoria e outros dados (tags, etc)



foto do autor


Pesquisar no Blog

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D